Publicado por: Lucylle France | outubro 20, 2007

Como convidar “a la Francesa” alguém para jantar em sua casa

jantar.jpgFico pasma com algumas demonstraçoes de total falta de etiqueta social de alguns franceses, que se gabam de que eles é que instituiram a elegancia na sociedade e a cada dia, quando interajo com um deles, me pergunto:

 – Aonde, meu Deus!! Cade a tao propagada educaçao???

A gente sabe, nao preciso divulgar aos 4 ventos, que a fama de frances por todo mundo é de que sao extremamente mal educados. E aqui, presente na terra do croissant, presencio todo dia pequenas pérolas desse defeito que ja virou um habito.

E o que mais me surpreende é que alguns passam um estagio prolongado tomando um banho de civilizaçao no Brasil. E nao aprendem nada conosco. Pura pena.

Pois bem. Ha pouco tempo atras, por intermédio de uma amiga brasileira, conheci uma francesa que morou anos no Brasil. Pensei comigo, que seria otimo também ter alguém no meu ciclo de amizades que fosse natural da França, para aprender mais sobre a cultura do pais.

Alguns meses atras, esta mulher organizou um jantar, que por falta de lugar na mesa (como ela mesma me informou) eu e meu marido nao estariamos convidados.

Primeiro: o que me acrescentaria saber isso? Como dizia o filosofo meu pai, toda vez que alguém fala, deve engatar o cérebro. Eu poderia ter passado muito bem sem saber isso nao é mesmo. Nunca vi alguém virar para outro e dizer : olha, vou dar uma festa , mas voce nao vai porque nao tem lugar para voce.

Voces  ja viram isso? Do alto dos meus 40 anos nunca tinha visto isso, até eu ter chegado aqui.

Na véspera do tal jantar, ela me liga:

– Viu, um casal desmarcou e nao podera vir, entao vai sobrar lugar. Se voces quiserem vir, voces podem.

Quoi? O que? What? Cosa?

– Nao obrigada, respondi pelo telefone. Nos ja temos compromisso. Fica para outra vez

– Ah, mas vai ficar vazio na mesa, como eu faço?

Resposta na ponta da lingua: Enfia tua vo, a puta que te pariu, nao sou tapa buraco

Resposta dada:Nao sei, mas infelizmente nao  posso lhe ajudar. Olha, preciso desligar porque nao é uma boa hora agora para batermos papo. Aurevoir!

Dizer que nao é uma boa hora para conversar é dizer nas entrelinhas: olha, voce esta me incomodando, da para se mancar?

Passou o tempo, outro dia, abro meu e-mail e leio a mensagem de minha amiga brasileira: – Olha, a Josephine vai dar um jantar dia 20, ela vai te ligar para convidar, mas eu ja disse que voces estao confirmados.

Espere um momento: Alguém disse que eu posso ir?

E tem mais:  Se a  francesa vai dar um jantar, em vez de mandar o convite pela minha amiga, é humanamente dificil pegar o telefone, compor o numero da minha casa e me convidar?

Respondi que aguardava o convite da Josephine e ia verificar nossa disponibilidade. Passa uns dias, outro e-mail da minha amiga:

– Olha, como a França esta nas quartas de final, e se ganhar, a final é dia 20, a Josephine mudou o jantar para o dia 19, pois o marido é fanatico por Rugby e quer ver o jogo.

“Thanks for sharing”. A tal da Josephine nao me ligou e ja tinham se passado algumas semanas. Adoro informaçoes “nice to know”, que nao nos acrescentam nada… vivo delas!

Pois bem. A França perdeu e nao foi para as finais. Nenhuma linha da minha amiga, nem telefone da Josephine.

Ontem, 21:00 horas, toca meu telefone, em pleno jantar a luz de velas com o Murilo, fundo musical, um cardapio super caprichado. A noite prometia…

– Oi, é a Josephine. Viu, o jantar vai ser amanha mesmo

– Ah, ta, mas viu…Que jantar? Perguntei a ela, distraida. E  olhando meu reflexo no espelho, conferi o caimento do meu vestidinho preto, minha sandalia estilo chanel, minha maquinagem perfeita… hum.. nao gostei do corte do meu cabelo, nao volto mais naquele cabelereiro…

De repente, me dou conta que estou falando com alguém… ah, ta… a Josephine e um tal jantar… hum… a lasagna esta tao boa… e que vinho que o Murilo escolheu, hein? Que coisa de doido…

– Aquele que ia ser hoje, mas eu mudei para amanha (novamente, thanks for sharing!). Voces vem, ne?

– Nao estava sabendo de nada, infelizmente, a gente tem compromisso (por exemplo, namorar, assistir Pimp My Ride de pijamas deitada no sofa, no colo do Murilo, pode ser?)

– Pois é, eu tentei ligar para voce na terça-feira, mas voces nao tem caixa postal, (convite deixado na caixa postal de  alguém dever ser o “top do luxo” para eles, nao??) entao nao pude deixar recado (poderia ter tentado meu celular, quem sabe?), e na quinta-feira também, mas nao tinha ninguém ai.

 Para um segundo de admirar o Murilao, todo produzido na ponta da mesa… que homao que é meu marido! E busco na minha memoria, ja embriagada pelo vinho… espera ai: terça-feira é o dia que eu nao vou a faculdade, respondi para ela, entao estou intrigada, porque eu fiquei o dia inteiro aqui em casa fazendo faxina. Quinta, foi a greve de trens, eu nao fui a faculdade, e também fiquei o dia inteiro aqui em casa. Sera que ela tem o numero certo (logico, Pedro Boh, voce nao esta falando com ela no telefone???).

– POis é, mas nao consegui falar com voces antes (sim,um jantar marcado ha mais de um mes, humanamente impossivel tentar ligar e gastar 5 minutos do seu tempo em fazer um convite decente a alguém, nao é mesmo?).

– Pois é amiga, mas nao vamos poder ir mesmo, fica para outra vez (quem sabe, Dia de Sao Nunca, se voce continuar nos convidando assim??).

-Ah, mas vai ficar lugar vazio na mesa!

Pergunta que nao quer calar: IO KIKO? Foda-se o lugar vazio! Nao quer lugar vazio na mesa? Entao coloca dois ursinhos de Pelucia e da papa na boca deles!

Ou é superstiçao?

Quem sabe, quando fizerem um convite a la brasileira, eu posso um dia, aceitar o convite dela para jantar?


Responses

  1. ADoreiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!!!!!
    Lu virei sua fã !!!!!
    Também não suporto gente assim ai vou fazer tal coisa, vai ser o máximo mas não vou te convidar .. então pra que que fala ?
    Adoreiiiiiiii as suas respostas !!!
    abraços
    Alice

  2. Oi Lu,

    Amei sua resposta. E concordo , nacionalidade francesa nao é Pedigree. Meu filho estuda frances na aliança e quer passar uns meses na França, ele parece com essa sua “amiga” Josephine, e ainda por cima se chama José, mostrei a ele esse diálogo e sabe o que falou? Que a tal Josephine estava certa pois se nao te chamasse pra preencher o lugar voce poderia ficar zangada. Me poupe ate meu filho so de estudar na Aliança Francesa ja está adquirindo esses habitos? Ja vou confiscar o passaporte dele. Eu heim. Imagina como ele vai voltar? Beijos e adorei seu site, maravilhoso.

    Ana Andrea G. D’Anzicourt

  3. Delicioso o seu texto do jantar…. estou rindo até agora…
    Aqui na Alemanha nao eh muito diferente nao. Fui uma vez convidada para um jantar crente de q iria ser uma reuniao informal de amigos e era um jantar preparados com as super dooper panelas ACM…. era uma reuniao tipo tupperware, mas de panelas….. sem comentarios…. continue postando textos assim, engracado ver como os europeus sao grosseiros….

  4. Ei Lucylle,
    não te conheço e vim parar aqui por mero acaso.

    Adorei o texto!!
    Os franceses são tudo de bom.. mas esses hábitos é q matam.
    rsrs

    Abraços!
    Laila

  5. Simplesmente: adorei.
    Super inteligente, divertido, atual, irônico… perfeito!!!

    ps: odorei o “cosa”🙂


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: