Publicado por: Lucylle France | dezembro 20, 2007

A dura vida de um estudante estrangeiro na Sorbonne

sorbone.jpg

 Prédio da Sorbone, situado na Place de la Sorbone (daaaaa), em Paris (daaaa duas vezes)

Este ano decidi retornar a faculdade, antes que eu e meu marido enlouquecessemos. Eu ja estava virando a “accro” da limpeza e andava atras do Murilo com paninho e vassoura pela casa inteira. Pobre maridao, nao podia nem respirar direito, intoxicado de perfumes para a casa, candida e lustra moveis.

 Sem contar as inumeras vezes que vestir-se era um verdadeiro pesadelo. Como eu nao tinha absolutamente nada que fazer o dia inteiro, cismava de arrumar as gavetas e armarios a cada semana. E logico, mudava tudo de lugar.

Conclusao, o dia seguinte apos o grande “relook” dos armarios, Murilo praticamente era tragado para dentro deles, numa busca desesperadora pelas calças, camisas e cuecas. E do meu lado, ficava irritada porque tal qual mocinha de informaçao do Bradesco, ficava indicando a localizaçao exata de cada peça que incompreensivelmente, meu querido e desesperado marido nao conseguia encontrar.

Portanto, decidi voltar a estudar. Desde que me conheço por gente, estive as voltas com livros, provas e tudo mais. E como aqui os cursos de mestrado nao sao caros, valorosamente fui aprovada e comecei meu curso na Sorbone.

– Nossa, que chique! voce deve estar exclamando neste instante. Alto la! O buraco é bem mais embaixo e mais feio do que voce pode imaginar.

Começando pela organizaçao do nosso curso, cuja nota é zero a esquerda. O dignissimo coordenador do nosso curso, candidato a premio Nobel da Inteligencia organizou nossos horarios de aulas de uma talmaneira que voce esta engessado, pés, maos, cérebro e boca atada, esta ultima porque nao adianta gritar, espernear que o padrao “grossura extrema” de educaçao dos funcionarios da universidade sao realmente tao alto quanto a fama da Universidade pelo mundo inteiro.

Depois de horas na frente dos horarios do curso e tentando montar o quebra-cabeça, voce vitoriosamente estende a secretaria do curso sua inscriçao pedagogica e ansiosamente espera o dia de inicio das aulas.

E ai começa um verdadeiro pesadelo. Se nos brasileiros reclamamos das classes superlotadas nas escolas, falta de material, de moveis nas classes e professores mal humorados, entao a Sorbone esta 100% enquadrada nos padroes brasileiros.

Classes superlotadas. Sim, porque graças a organizaçao dos horarios das aulas, nao sobrou muitas opçoes para alguns cursos, o que resultou na torcida do Flamengo e do Corinthians acomodada dentro de um campo de varzea.

Nao preciso comentar que alguns professores chegaram a elangantissima atitude de expulsar alunos da classe. Padrao educaçao frances, ou padrao alto nivel dos professores da Sorbone, pergunto-me a cada instante que ouço ou presencio uma historia descabida como esta.

 Para driblar esta multidao, voce tem que ser esperto e principalmente, deixar sua educaçao dentro da gaveta, antes de sair de casa.

Abriu a porta da classe? Lanço-me numa luta corpo-a-corpo desesperado com os alunos que assistiam a aula anterior e os que querem entrar, tao desesperados como eu, tal qual jogador de rubgy defendendo a bola, rumo a uma cadeira perto da janela.

E porque perto da janela, Lucylle? Voce deve estar se perguntando.

Respondo.E quem aguenta mais de 70 pessoas, numa classe para 40 alunos, todos respirando e alguns que sofrem de amnesia e esqueceram o caminho do chuveiro?

Portanto, a cada dia fico numa tremenda enrascada: se sento-me perto da janela, asseguro uma infima fresta na janela que proporciona um pouco de ar fresco e sem odor, porém, impossibilitada de atender aos chamados da natureza porque uma vez instalada, impossivel de se mexer dentro daquele bloco compacto de gente rumo a porta que logicamente, fica do lado oposto de onde estou sentada. E olhem que estes chamados sempre acontecem, pois como durante o inverno o ar fica muito seco, impossivel nao beber mais de um litro de agua por aula.

Torço também para que sente ao meu lado alguém que é consumidor regular da Palmolive e da L’Oreal e que principalmente, consuma diariamente itens como shampoo e sabonete. Posso até deixar passar o item desodorante, afinal, salario de estudante que trabalha nao é la grande coisa e ai é exigir demais.

 E o bafo? Estrangeiro é bicho engrançado. Aqui os franceses se nutrem de vinho e salada. Todo mundo sabe que um sujeito que nao bate um prato de pedreiro para baixo pelo menos uma vez ao dia, acaba ficando com um bafo danado. Ja tentaram conversar de perto com alguma top model? Levem uma mascara, pelo amor de Deus!!!

Entao, estes estrangeiros, cujos habitos alimentares em seus paises provavelmente sao mais salutares que os do pais de adoçao, acabam entrando no ritmo da galera francesa e adere ao vinho, agua e alface. E tomem fedor de falta de banho com bafo de mumia misturado com ar viciado.

Um coquetel para sua saude!

Resolvido os dois grandes problemas, sobra o terceiro: que esta cadeira esteja disposta de tal maneira que eu consiga enxergar uma lousa que nao ve tinta de manutençao desde a época de Robespierre.

Portanto, em questao de segundos, quando abre a porta ao fim de uma aula, antes de entrar preciso traçar uma estrategia para entar na classe, driblar alunos que querem entrar e outros que querem sair ao mesmo tempo, procurar a cadeira que esteja perto de uma janela que abra e devidamente colocada num lugar possivel de enxergar a lousa.

 Caso todas minhas estratégias falhem e eu tenha o azar de sentar-me no meio da classe, com alguém que desconhece os beneficios de um banho diario, sobra ainda ficar mais de seis horas encerrada com 70 pessoas respirando, pois, como desgraça pouca é bobagem, os alunos que sentaram-se proximos da unica janela que é possivel abrir se recusam de faze-lo por causa do barulho e do frio que faz la fora.

Eita vida dura esta, de estudante estrangeiro na Sorbonne!


Responses

  1. Espero que voce consiga aguentar até o final do curso…

    Elvira

  2. Feliz ano novo que 2008 venha logo repleto de muito amor, paz, saúde e descanso rsrssrrs

    beijokas

    *´¨)
    ¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
    (¸.•´ (¸.•` *Janinha e Vicente

  3. Lucylle, te mandei um e-mail!

    Adorei o texto!🙂

  4. rsrsr, realmente aqui é exatamente assim… não me conheces, mas gostaria de saber mais sobre o ingresso a Sorbone… se puder, manda seu e-mail para mim. regina_unp@hotmail.com ou regina_ufrn@yahoo.com.br

    obrigada

  5. Ola!Sou brasileira e tenho muito interesse de estudar em Sorbonne.
    Vc poderia me informar como acontece o intercambio de alunos estrangeiros para cursarem 6 meses a 1 ano e qual é o valor do mestrado em comunicaçao(jornalismo)
    Muito obrigada pela atençao e desejo-lhe sorte e que voce consiga concluir seu curso.

  6. Adorei seu texto lucylle
    bom, eu imaginava que a vida de studante na sorbonne
    fosse mais facil.
    mas ainda assim pretendo estudar ai, daki uns 5 anos
    para passar, tem que fazer vestibular como aqui no brasil ??
    me mande um email..
    ahh que curso vc faz ::

    bjusss

  7. Para o pessoal que esta interessado em obter informaçoes sobre os procedimentos de inscriçao para licenciaturas, mestrados, doutorados e outros cursos de curta duraçao, eu sugiro consultar o site do Edufrance (http://www.edufrance.fr/) e diretamente os sites das universidades que interessam, pois cada uma tem uma data para envio do material, a lista de documentos a ser enviados algumas vezes é bem diferente.

    Existe um site onde da para ter uma lista mais ou menos das grandes écoles par ville (http://www.cge.asso.fr/villes_ecoles.phtml) e sugiro também consultar as paginas do Ministerio das Relaçoes Estrangeiras da França e um portal de estudantes (seguem os links abaixo), bem como o proprio consulado frances do estado onde voce mora

    Portail étudiant (http://www.etudiant.gouv.fr/)
    Site do égide (http://www.egide.asso.fr/index.uk.html)
    Site Ministére Education Nationale (http://www.education.gouv.fr/cid1015/service-des-relations-internationales-des-universites.html)

    Pessoal, espero que me desculpem por dar uma resposta geral para todos aqui pelo blog, mas fica dificil atender caso por caso, primeiro pq os procedimentos de cada universidade sao diferentes e responder e-mail por e-mail fica humanamente impossivel.

    O custo de uma licenciatura por ano é por volta de EUR 190,00 e um mestrado por volta de EUR 290,00 numa universidade publica, mas vc tem que contar preço de aluguel, custo de vida, etc.

    Um grande abraço e boa sorte a todos!

  8. Oi tudo bem?..então, vc estuda na Sorbonne?! Nossa que maximo.Meu sonho é estudar lá, gostaria de saber como que consigo isso, quais são os procedimentos que devo tomar pra entrar na Sorbonne? Se puder me informar ficarei muito agradecida. Obrugada e beijos

  9. minha nossa senhora, realmente, não é nem um pouco
    facil essa vida de estudande da Sorbonne, mas lendo
    essas coisas que você me disse minha vontade de garduar design de moda
    na Sorbonne só fez crescer, um sonho que pretendo realizar.
    estou no 2º grau de ensino medio, se tudo correr bem
    ano que vem termino o 3º grau e se Deus quiser consigo
    realizar esse meu garnde sonho. se puder me mande
    por e-mail o e-mail da Sorbonne, ja rodei o site
    e não o acho de maneira alguma. se você puder também
    queria que você me desse algumas informações sobre
    a Sorbonne, ex.: “como você conseguiu entrar na faculdade?”
    esse tipo de coisa, fiquei muito grata. obrigada. beijos

  10. Olá Lucylle!!!
    li o seu depoimento e achei muito bacana, pois não ilude os interessados(como eu!) a ingressar na Sorbonne.
    Bom, gostaria de saber qual curso vc faz?
    Estou interessada em fazer mestrado em Linguistica, na França, se tiver alguma dica pra me passar à respeito deste curso na Sorbonne, eu ficaria muito grata.
    enfim… te agradeço antecipadamente.
    Obrigada.
    Ah! Boa Sorte !!!!

  11. Salut Lucylle

    Ça Va?

    Je m’appele Tamires…

    Je aime la France.

    je veux etudier a la france

    mais aprés de cette témoingnage
    je rester avec peur. rsrsrsrs

    a bientôt

    bjx

  12. Olá Lucylle, tudo bem? Feliz 2009 pra ti.
    Querida, preciso muito saber a respeito de ingresso na Sorbonne e tudo mais. Quero fazer história da Arte aí. Faço Estilismo/Moda aqui no Brasil.

    Agradeço desde já. Se puder, me adiciona no msn pra conversarmos? ribaweb@msn.com

    Obrigado,
    Riba.

  13. adorei seu blog,sou brasileira,estava navegando te achei por acaso no google,esse foi ótimo rí muito kkkkk,muita paz.emilie.

    • Emilie…
      Aqui, o melhor remédio é fazer graça do que vc encontra, senao enlouquece….

      Muita paz para vc também!

  14. Lucylle querida você é uma guerreira eu quero muito ir para sorbonne mais estou desistindo depois de seu comentario, porém ele é muito engraçado e sincero!! continue postando ou mande noticias para o meu e-mail.. vc termino o curso já?
    beijos

  15. Oi Lucylle! Parabéns pelo blog, muito legal! Em que Sorbonne vc estudou? Vou fazer um M2 em Paris 1 e me pergunto se as coisas vão ser difíceis pra mim também. Se vc puder me dar dicas, agradeceria muito! Ah! Felicidades pela maternidade! Bjos, Paula

  16. Olá me chamo Poliana e gostaria de cursos na área d Literatura em Sorbonne.
    Poderia me mandar algum site em portugues d preferencia para maiores informações ou mandar-me um e mail.
    Bom boa sorte aí na sua empreitada
    Bjuss

  17. Olá Lucylle!
    Gostei muito do seu blog!!!
    Sei que não é tua área, mas se puderes gostaria que vc me enviasse por email dicas sobre os cursos de mestrado em Direito na sorbonne, como funciona e se tem bolsa…
    Obrigado!!!!!!
    Beijos e boa sorte nas aulas!!

  18. Oi Lucylle!concluiu o curso?O que vc está estudando?como está conseguindo
    conciliar estudo e maternidade?tem ensino a distancia?Aqui fico torcendo por vc e sua família.felicidades!!!mary

  19. Nossa sua visão é um tanto quanto esclarecedora, estou pensando sériamente em fazer pós na sorbonne, de forma que seu relato é mais uma ajuda para minha preparação, espero que tenha concluído com louvor para mostrar a garra dos brasileiros.
    Sorte, coragem e muito amor!!!

  20. Rafaela, fica dificil responder caso a caso pois existem varias possibilidades legais de morar por aqui, procure o Consulado Frances mais proximo e se informe direitinho para nao entrar numa fria, ta?

  21. Oi Amanda, eu fiz o DUEF na Paris IV, maior decepcao na minha vida…

  22. Pedro, aprende a escrever direitinho o portugues primeiro, depois pensa em estudar na Sorbonne, nao entendi lhufas do que vc escreveu


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: